Don't Damn Me (tradução) - Guns N' Roses Letras de músicas - Letra da música Don't Damn Me (tradução)

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

0-9ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Don't Damn Me (tradução) letra

     Don't Damn Me (tradução)

    >> Todas as letras de "Guns N' Roses"
     Don't Damn Me (tradução)
    >> Guns N' Roses
     
        Não me condene
    Quando eu falo o que penso
    Porque o silencio não é de ouro
    Quando eu guardo isto dentro
    Porque eu estive onde estive
    E eu vi o que vi
    Eu coloco a caneta no papel
    Porque isto tudo é parte de mim
    Seja uma canção uma conversa casual
    Para segurar o que minha língua fala
    De reservas
    Suas palavras uma vez ouvidas
    Elas podem te colocar em conflito
    Minhas palavras podem perturbar
    Mas pelo menos há uma reação
    Algumas vezes eu quero matar
    Algumas vezes eu quero morrer
    Algumas vezes eu quero destruir
    Algumas vezes eu quero chorar
    Algumas vezes eu posso superar
    Algumas vezes eu posso desistir
    Algumas vezes eu posso dar
    Algumas vezes eu nunca me importo
    É apenas por pouco tempo
    Espero que você entenda
    Eu nunca quis que isso acontecesse
    Não queria ser um homem
    Então me escondi em meu mundo
    Eu peguei o que consegui achar
    Eu chorei quando estive sozinho
    Eu cai quando estive cego
    Como eu posso alguma vez te satisfazer
    E como eu posso alguma vez tem fazer ver
    Que lá dentro somos todos alguém
    E Não importa quem você queira ser
    Mas agora eu devo sorrir
    Eu espero que você compreenda
    Para que este homem possa dizer que aconteceu
    Porque esta criança foi condenada
    Então eu escalei seu mundo
    Eu te chutei na mente
    E eu sou a única testemunha
    Para a natureza de meu crime
    Mas olhe para o que fizemos
    Aos inocentes e jovens
    Que ouviram quem estava falando
    Porque nós não somos os únicos
    O lixo coletado pelos olhos
    E despejado no cérebro
    Dizem que penetra em nossos pensamentos conciêntes
    Você me diz a quem culpar
    Eu sei que você não quer me ouvir chorar
    E eu si que você não quer me ouvir negar
    Que sua satisfação faz em suas ilusões
    Mas sua desilusões são suas e não minhas
    Nos damos com o certo que sabemos toda a história
    Nós julgamos um livro por sua capa
    E lemos o que queremos
    Entre linhas selecionadas
    Não me aplauda
    E Não idolatre a tinta
    Ou eu terei falhado em minhas intenções
    Você pode achar o elo perdido
    Sua única validade é viver sua própria vida
    Existência como substituto é uma perda de tempo
    Então eu dedico esta canção aos ofendidos
    Eu disse o que quis e nunca pretendi
    Como tantos outros fazem, tentando apenas agradar
    Se eu atingi seu ponto de vista
    Poderia virar a outra face
    Não me critique
    Eu disse não me critique
    Eu disse não me aplauda
    Não me critique
     

    Visualizações mensais: 223

top 50 músicas

Todas as letras e cifras são propriedade dos seus respectivos autores.
É permitido somente a visualização na tela das letras de música encontradas no Letras de Músicas,
vedada sua reprodução através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98)
All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes only.