Naturaleza Muerta (tradução) - Sarah Brightman Letras de músicas - Letra da música Naturaleza Muerta (tradução)

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

0-9ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Naturaleza Muerta (tradução) letra

     Naturaleza Muerta (tradução)

    >> Todas as letras de "Sarah Brightman"
     Naturaleza Muerta (tradução)
    >> Sarah Brightman
     
        O Sol mal despontou, mas Ana e Miguel
    já ardem de amor.
    Ela sobre ele, homem e mulher,
    desfazem a cama.
    E o Mar que está louco por Ana,
    prefere não olhar.
    Os céus não perdoam,
    nem a água, nem as algas nem o sal.
    Ao amanhecer,
    Miguel já está em seu barquinho.
    "Dê-me um beijo, amor,
    e me espere quieta junto à praia."
    E o Mar murmura em sua linguagem,
    "Maldito pescador!
    Diga adeus a ela,
    não quero compartilhar seu coração!"
    E chorar, e chorar, e chorar por ele.
    E esperar, e esperar, e esperar de pé
    na orla até que Miguel retorne...
    Dizem, na aldeia,
    que esta rocha branca é Ana.
    Coberta de sal e de coral,
    ela espera na praia.
    Não espere mais, menina de pedra,
    Miguel não voltará...
    o Mar o tem prisioneiro
    por não querer cedê-lo a uma mulher.
    E chorar, e chorar, e chorar por ele.
    E esperar, e esperar, e esperar de pé
    na orla até que Miguel retorne...
    Ainda há gente que assegura
    que quanto há tempestade
    as ondas são provocadas
    por Miguel, lutando até a morte com o Mar...
    E chorar, e chorar, e chorar por ele.
    E esperar, e esperar, e esperar de pé.
    E chorar, e chorar
    sobre o Mar..
     

    Visualizações mensais: 85

top 50 músicas

Todas as letras e cifras são propriedade dos seus respectivos autores.
É permitido somente a visualização na tela das letras de música encontradas no Letras de Músicas,
vedada sua reprodução através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98)
All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes only.